O Ministério da Educação abriu esta semana o período de inscrições da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Podem participar professores de Língua Portuguesa que lecionem do quinto ano do Ensino Fundamental ao terceiro ano do Ensino Médio público. As inscrições vão até dia 30 de abril. A Olimpíada chega a sua 4ª edição em 2014. Neste ano, a novidade será a distribuição de jogos virtuais que abordam problemas e questões literárias para que professores possam utilizá-los em aula. Além dos jogos, as escolas receberão cursos didáticos na forma de uma revista com encarte de um CD dos cadernos virtuais.

O tema a ser trabalhado é ‘O lugar onde vivo’. Alunos do quinto e sexto anos do Ensino Fundamental vão estudar e escrever poesia; os dos sétimo e oitavo anos farão textos no gênero memória; os do nono ano do Ensino Fundamental e primeira série do Ensino Médio desenvolverão crônicas; enquanto os da segunda e terceira séries do Ensino Médio escreverão artigos de opinião.

Os prêmios são divididos entre etapa estadual, regional e nacional, e vão desde medalhas e cupons para a retirada de livros até tablets, notebooks e impressoras.Os textos serão avaliados por uma comissão julgadora, que selecionará 500 trabalhos semifinalistas, sendo 125 textos de cada gênero. Os escolhidos, tanto professores quanto alunos, receberão medalhas de bronze, livros e participarão de atividades de formação conforme o gênero em que estão inscritos.

Na próxima etapa, os textos passarão pelas comissões julgadoras regionais, que indicam os 152 professores e alunos finalistas. Os selecionados serão premiados com medalhas de prata e um tablet. Suas escolas receberão uma placa de homenagem.

A última etapa será realizada em Brasília, em dezembro, quando 20 vencedores nacionais serão conhecidos. Os vencedores ganharão medalhas de ouro, um notebook e uma impressora. Suas respectivas escolas serão contempladas com laboratórios de informática, formados por 10 microcomputadores e uma impressora, e também um projetor, telão e livros.

JOSIMAR – Na última edição, em 2012, foram recebidas 90.391 inscrições de professores, de 40.433 escolas brasileiras. O programa teve a participação de cerca de 3 milhões de estudantes. Nesse cenário, São Mateus obteve destaque. O aluno Josimar José Nogueira Júnior, que então estudava na EMEF Dr. Arnóbio Alves de Holanda, classificou-se para a grande final da 3ª edição da Olimpíada. Dentre centenas de milhares de textos escritos por estudantes de todo o Brasil, a crônica Pangaré ou Puro Sangue? foi selecionada para a grande final nacional que aconteceu em Brasília. A crônica ficou entre as 38 melhores do País. A professora de Língua Portuguesa que orientou Josimar foi Maria do Carmo Furtado de Azevedo.